Rinomodelação remodela nariz sem cirurgia

Rejuvenating skin with beauty injections

25/01/2021 | Por: Odonto Busca Conteúdo

A rinomodelação é mais um dos procedimentos estéticos que também podem ser realizados, com eficiência e segurança, pelos dentistas.

Além do amplo conhecimento da anatomia da face, esses profissionais vêm se especializando cada vez mais no segmento de harmonização facial.

Caracterizada como uma técnica não cirúrgica, ela atua diretamente na mudança do aspecto estético do nariz, sem a necessidade de grandes intervenções.

Isso significa que, para quem deseja realizar pequenas alterações nasais, o procedimento pode ser uma ótima opção.

E, o melhor, sem a necessidade de passar por uma cirurgia. A rinomodelação se destaca justamente por ser uma técnica rápida e simples de ser realizada.

Mas você sabe como ela é feita e qual substância usa? Para quais casos é indicada e para quem é contraindicada? E qual é o seu valor e tempo de duração?

Outro fato que muitos desconhecem é sua diferença em relação a rinoplastia. Em alguns casos, a rinomodelação não vai atender a necessidade do paciente.

Além disso, apesar de ser um método tranquilo, pode apresentar sérios riscos, se não for realizada adequadamente.

Neste artigo, você vai encontrar as respostas destas e outras questões que precisam ser levadas em conta por quem se interessa pelo procedimento. Confira: 

O que é a rinomodelação?

Como é feita?

O ácido hialurônico é seguro?

Rinomodelação x rinoplastia

Para quem a rinomodelação é indicada?

Quais são as contraindicações?

Qual profissional devo procurar?

É possível simular o resultado?

A rinomodelação é definitiva?

Dói para fazer a rinomodelação?

Qual é o preço?

A rinomodelação apresenta algum risco?

Quais são os cuidados necessários? 

O que é a rinomodelação?

rinomodelação

Rinomodelação é uma técnica de preenchimento nasal

Também conhecida como bioplastia nasal, a rinomodelação consiste em uma técnica de preenchimento, portanto, um procedimento não cirúrgico.

O método é uma alternativa para quem deseja remodelar o nariz sem precisar passar por uma cirurgia plástica. Contudo, vale ressaltar, que seus resultados acabam sendo mais limitados do que os da rinoplastia, por exemplo.

A rinomodelação é destinada, basicamente, para a suavização de problemas de formato do nariz. Por meio de substâncias injetáveis, a técnica atua na correção de assimetrias e de deformidades causadas por rinoplastias anteriores, por exemplo.

O procedimento ainda é adotado para disfarçar a giba nasal, saliência óssea localizada no dorso do nariz, e para corrigir outras assimetrias, como a ponta caída. 

Como é feita?

O mais comum é que a rinomodelação seja feita através da aplicação de ácido hialurônico, ativo naturalmente produzido pelo nosso organismo.

Após entender os objetivos do paciente e avaliar o contorno e o perfil da face, o profissional injeta pequenos volumes dessa substância em alguns pontos do nariz.

Há de se considerar que o formato do nariz é uma questão particular, que precisa estar de acordo com a estrutura facial do paciente.

Por isso, nem sempre será possível reproduzir o formato do nariz de outra pessoa, por exemplo. É preciso avaliar se as correções irão promover ou não a harmonização do rosto.

Após a conclusão do procedimento, o paciente pode sair do consultório com um curativo. Isso para ajudar a modelar e manter o ácido bem posicionado e a região sem inchaço.

A rinomodelação costuma ser realizada em uma única sessão, que dura cerca de 30 minutos. Todavia, pode se fazer necessária mais de uma aplicação em alguns casos.

O ácido hialurônico é seguro?

E se você está se perguntando se o ácido hialurônico é realmente seguro, a resposta é sim. Esta é a forma mais segura de se realizar o preenchimento nasal.

Como trata-se de um componente natural da nossa pele, é considerado biocompatível e, portanto, não costuma causar efeitos colaterais.

As complicações que por ventura podem surgir não são relacionadas à substância em si, mas aos locais inadequados de aplicação. 

Rinomodelação x rinoplastia

rinomodelação

Apesarem de cuidarem do nariz, rinomodelação e rinoplastia têm diferenças significativas

Apesar de muitas pessoas confundirem a rinomodelação com a rinoplastia, os dois procedimentos têm diferenças significativas. Entre elas está o fato da rinomodelação ser uma técnica de preenchimento nasal e a rinoplastia uma cirurgia plástica.

Além disso, enquanto a primeira é uma técnica estritamente estética, a segunda também pode ajudar a corrigir alterações funcionais. Entre elas, está o tratamento de doenças de cunho respiratório.

Na prática, conforme vimos anteriormente, a rinomodelação apenas disfarça imperfeições do nariz. Já a rinoplastia consegue aumentar ou diminuir o tamanho, abaixar a ponta, corrigir a largura e a saliência exagerada do osso nasal, entre outros.

Os dois procedimentos também apresentam diferenças no grau de desconforto e na recuperação. A rinoplastia pode causar edema, hematoma, desconforto e até mesmo dor. Já na rinomodelação, esse tipo de efeito colateral é raro.

Para quem a rinomodelação é indicada?

Além da rinomodelação ser indicada para as pessoas que não querem passar por um procedimento cirúrgico, a técnica também pode ser uma boa opção para quem almeja:

-Mudar o perfil nasal;

-Realizar pequenas alterações nasais, como empinar a ponta;

-Aumentar ou modelar o nariz;

-Corrigir pequenas imperfeições, como desnível;

-Reparar deformidades de uma rinoplastia anterior;

-Disfarçar a giba nasal;

-Entre outros. 

Quais são as contraindicações?

Em contrapartida, não basta querer para fazer o tratamento. Algumas pessoas simplesmente não podem realizar a rinomodelação, pelos mais diferentes motivos. Veja algumas delas:

-Alérgicos à substância;

-Gestantes;

-Lactantes;

-Pessoas com doenças autoimunes;

-Pessoas com lesões ativas no local de aplicação.

 Qual profissional devo procurar?

Os profissionais capacitados para realizar a rinomodelação, no Brasil, são os cirurgiões-plásticos, os dermatologistas e, também, os cirurgiões-dentistas.

Esses últimos foram autorizados a utilizar a toxina botulínica e o ácido hialurônico para fins estéticos e terapêuticos funcionais há relativamente pouco tempo.

A liberação está prevista nas resoluções normativas 176/2016 e 198/2019, do Conselho Federal de Odontologia (CFO). A segunda, inclusive, passa a reconhecer a harmonização facial como especialidade odontológica.

Neste documento, consta que as áreas de competência do cirurgião-dentista especialista em harmonização orofacial incluem fazer uso da toxina botulínica, preenchedores faciais e agregados leucoplaquetários autólogos na região orofacial e em estruturas anexas e afins.

É possível simular o resultado?

Para quem gostaria de realizar o procedimento, mas não o faz com receio do resultado, existe uma forma de simular como o nariz ficará após a rinomodelação.

Neste caso, alguns profissionais utilizam o soro fisiológico, no lugar do ácido hialurônico, para que o paciente tenha ideia de como ficará.

Não há com o que se preocupar, pois a solução é absorvida pouco tempo depois pelo organismo.

A rinomodelação é definitiva?

rinomodelação

Rinomodelação tem efeito temporário

Diferentemente da rinoplastia, a rinomodelação é um procedimento com efeitos temporários, já que o ácido hialurônico é reabsorvido pelo organismo com o tempo.

Este tempo vai de 12 a 18 meses, geralmente, a depender da substância utilizada no tratamento. Passado esse intervalo, o paciente deve realizar o procedimento novamente.

Em contrapartida, seu efeito já pode ser visualizado quase que imediatamente após a bioplastia nasal, mas o inchaço ainda pode demorar algumas semanas para desaparecer.

A rinomodelação dói?

Uma das perguntas mais feitas sobre a rinomodelação é se ela causa dor, principalmente durante sua realização. Muitos acreditam nesta ideia porque a técnica é realizada com injeções com agulhas.

Apesar disso, o procedimento é minimamente invasivo, sem cicatrizes, e praticamente indolor. Inclusive porque uma anestesia tópica ou local é aplicada na região durante sua realização.

Como o paciente pode seguir normalmente com suas atividades poucas horas depois de realizar a rinomodelação, dores no pós-cirúrgico também não costumam ser esperadas.

Qual é o preço?

Da mesma forma que acontece com outros procedimentos estéticos, o valor da rinomodelação vai depender de uma série de fatores.

Entre eles estão a quantidade de ácido hialurônico a ser utilizada no tratamento e a complexidade do caso do paciente.

Se o profissional decidir utilizar uma outra substância, este preço também sofrerá alterações. Mas estima-se que o procedimento custe cerca de R$ 2 mil.

A rinomodelação apresenta algum risco?

Esta técnica de preenchimento nasal não demanda nenhum tipo de incisão, fraturas e nem deixa cicatrizes. Nos primeiros dias, os furos das agulhas podem ficar perceptíveis, mas logo eles desaparecem.

Embora seja um procedimento relativamente simples e pouco invasivo, a rinomodelação pode acabar gerando sim algumas complicações. Entre elas estão choque anafilático, deformidades, necrose de tecidos, afinamento da pele do nariz e até cegueira.

Para evitar que isso aconteça, além de escolher um profissional habilitado e experiente, é preciso ter atenção à substância que será utilizada. O PMMA (polimetilmetacrilato, metacril ou metacrilato), por exemplo, apresenta mais riscos e, por isso, praticamente não é usado mais.

Quais são os cuidados necessários?

rinomodelação

Importante evitar traumas e manipulações na região do nariz após o procedimento

Para os pacientes que realizam a bioplastia nasal, a recomendação principal é que evitem traumas e manipulações na região do nariz para não comprometer o resultado do tratamento e nem comprometer a recuperação.

As atividades podem ser retomadas imediatamente após a finalização do procedimento. Apesar disso, é importante evitar exposição ao sol, o uso de óculos e exercícios físicos e manter a cabeça mais elevada, pelo menos no dia.

Embora seja uma técnica simples, hematomas e leves inchaços podem surgir na região. Dores são incomuns, por isso, se surgirem, devem ser prontamente comunicadas ao médico.

Um novo nariz sem cirurgia

Conforme pudemos ver neste artigo, a rinomodelação é uma excelente opção para modificar a aparência do nariz e garantir, assim a harmonia do rosto.

Por meio da aplicação de ácido hialurônico em alguns pontos do nariz, é possível realizar pequenas alterações e corrigir pequenas imperfeições, inclusive ocasionadas por rinoplastia prévias.

Empinar a ponta do nariz, corrigir o desnível e disfarçar aquela saliência óssea localizada no dorso do nariz, que leva o nome de giba nasal, estão entre as principais melhorias garantidas pela técnica.

Além de ser um procedimento não cirúrgico, ele se destaca por sua simplicidade, rapidez e pelo fato de ser praticamente indolor.

Ainda assim, é preciso considerar que se não for realizado adequadamente pode gerar sérias complicações, como deformidades e necrose da pele.

Vimos também que para quem deseja mudanças mais significativas, o melhor talvez seja recorrer a rinoplastia, uma cirurgia plástica que demanda mais cuidados. Inclusive porque a rinomodelação tem feito temporário.

 

Você também vai gostar de ler