Lentes de contato dentais: descubra se elas são uma boa opção para você

visagismo na odontologia

22/01/2021 | Por: Odonto Busca Conteúdo

As lentes de contato dentais estão entre os tratamentos estéticos queridinhos das celebridades e de outras pessoas cuja ocupações requerem uma grande exposição ao público ou na mídia. Dados da Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética (SBOE) mostraram que, somente no ano de 2018, a procura por esse tipo de procedimento cresceu 300%.

Depois que artistas do meio musical, como Kevinho e Simaria, revelaram desgastes nos dentes após a realização do procedimento, o assunto ganhou ainda mais visibilidade. Apesar desses anúncios terem alarmado parte da população na época, o método não deixou de ser um dos mais procurados nos consultórios odontológicos.

Há que se considerar que muitas questões devem ser observadas em casos como esses, o que reforça a importância de abordar mais profundamente o assunto. Além disso, notícias como essas não comprometem o sucesso das lentes de contato, pois suas vantagens sobrepõem-se aos possíveis riscos.

Apesar de ser um assunto já conhecido, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o que são as lentes de contato dentais, se realmente podem gerar complicações, quem pode ou não realizar o procedimento, como ele é executado, quanto custa, quais cuidados devem ser tomados, entre outras questões.

Confira, agora mesmo, as respostas dos seguintes questionamentos relacionados à técnica:

  • O que são as lentes de contato dentais?
  • Como elas são aplicadas?
  • Qualquer pessoa pode colocar lente de contato dental?
  • Quais são as vantagens das lentes de contato nos dentes?
  • As lentes de contato dentais podem gerar complicações?
  • Quais são os principais cuidados que devem ser tomados?
  • Qual é o valor da lente de contato dental?

O que são as lentes de contato dentais?

As lentes de contato dentais consistem, basicamente, na aplicação de lâminas quase transparentes, com cerca de 0,2 a 0,5 milímetros de espessura, sobre alguns ou todos os dentes.

Embora seja extrafina, a estrutura é confeccionada em cerâmica ou porcelana e, portanto, apresenta grande resistência e durabilidade. Outra questão importante é que, na maioria dos casos, as lâminas são cimentadas sem causar grandes desgastes aos dentes.

Apesar de muitas pessoas acharem que lente de contato e faceta de porcelana são as mesmas coisas, há diferenças significativas entre esses dois procedimentos.

A faceta se diferencia da lente de contato, principalmente, por conta da sua espessura, que é de cerca de 7 milímetros. Além disso, sua colocação acaba afetando mais a estrutura dos dentes, já que desgastes acabam sendo inevitáveis durante este processo.

Como elas são aplicadas?

A aplicação é feita de forma rápida, em consultório, e geralmente não se faz necessário o uso de anestesia. Em contrapartida, antes da realização do procedimento, uma série de etapas devem ser cumpridas.

Em primeiro lugar, o dentista faz uma avaliação da saúde bucal do paciente, inclusive por meio de exames clínicos e radiográficos, e analisa a necessidade de outros tratamentos, como é o caso do clareamento.

Lentes de contatos dentais

Se estiver tudo certo, o profissional segue com a moldagem e definição de cores. Nesta etapa, já é possível visualizar os resultados da transformação, na maioria das vezes por meio do mock-up, e solicitar ajustes, se for o caso.

Além da consulta para cimentação definitiva das lentes de contatos, há um retorno para avaliar a adaptação do paciente. Os dentes, sorriso e rosto também são fotografados, tanto no início quanto no fim do processo.

Qualquer pessoa pode colocar lente de contato dental?

As lentes de contato dentais são uma excelente opção para os pacientes que têm interesse em mudar a cor, o formato, o tamanho ou o comprimento dos dentes, por qualquer motivo que seja.

Geralmente, o procedimento é procurado por quem deseja corrigir alguma imperfeição, como manchas, fraturas ou pequenos desalinhamentos, por quem tem dentes pequenos ou separados e almeja uma aparência mais harmoniosa ou até mesmo por quem gostaria de manter os dentes brancos e brilhantes por mais tempo.

Por outro lado, é importante destacar que o procedimento não é recomendado para qualquer pessoa. Quem sofre de bruxismo, patologia caracterizada pelo apertar ou ranger excessivo dos dentes, as lentes de contato dental não são aconselhadas.

Isso porque a pressão provocada por tal desordem pode comprometer a resistência das lâminas ou até mesmo danificá-las de forma irreversível.

O mesmo vale para quem tem o hábito de roer unhas ou morder objetos. Outras contraindicações são para os pacientes que têm problemas de saúde bucal, a exemplo do tártaro, cárie, restauração, gengivite, entre outras.

Quais são as vantagens das lentes de contato nos dentes?

Além de ser considerada uma forma relativamente simples e rápida de transformar o sorriso, as lentes de contato dentais fazem sucesso por conta de outros fatores. Entre os principais, estão:

-O fato de o procedimento ser praticamente indolor;

-Diferente dos aparelhos ortodônticos, por exemplo, que demandam um longo período para se alcançar o resultado desejado, as lentes de contato têm efeito instantâneo;

-A técnica pode ser utilizada tanto para reparar apenas um dente, quanto para mudar todo o formato do sorriso;

-É um procedimento de longa durabilidade que, apesar de demandar cuidados especiais, não exige manutenções mensais ou anuais, além das consultas rotineiras no odontólogo;

-Os desgastes ocasionados aos dentes são mínimos ou até mesmo inexistentes, o que não compromete a estrutura dentária natural do paciente;

-A técnica garante um resultado natural, já que os laminados são confeccionados observando a medida dos dentes ou a harmonização orofacial;

-Ao contrário do que acontece com as facetas em resinas, que acabam manchando com mais facilidade, as lentes de contato são mais resistentes às manchas ocasionadas por alimentos;

Vale ressaltar que os benefícios das lentes de contato nos dentes não se restringem à questão estética. Um sorriso harmonioso e simétrico pode repercutir até mesmo na vida pessoal e profissional dos pacientes, já que muitos relatam sensação de bem-estar e impactos diretos em sua confiança, autoestima e credibilidade.

As lentes de contato dentais podem gerar complicações?

As lentes de contato não apresentam praticamente nenhum risco para o paciente, se forem realizadas por um profissional capacitado e todos os devidos cuidados forem tomados. Para isso, o ideal é que a pessoa interessada no procedimento procure um dentista especializado em dentística restauradora.

Entretanto, se o processo for realizado de forma inadequada, pode acabar sim resultando em intercorrências para o paciente.

Entre as mais sérias, estão as doenças bucais causadas pelo acúmulo de placa bacteriana, favorecidas pelo espaçamento impróprio entre a lâmina e o dente, por exemplo.

Além de processos inflamatórios e traumas. Outra questão recorrente que merece atenção, apesar de ser mais simples e fácil de ser resolvida, é a queda da lente de contato.

Neste caso, é preciso avaliar se o deslocamento foi acarretado por falhas na colocação, utilização de produtos de baixa qualidade ou maus hábitos.

Quais são os principais cuidados que devem ser tomados?

As lâminas não previnem a cárie, por isso, além de manter a higiene bucal, com uso constante de fio dental e pelo menos três escovações por dia, é recomendável que as consultas odontológicas sejam realizadas com uma certa regularidade.

Além disso, as pessoas que têm lentes de contato devem evitar morder objetos duros e usar os dentes para tentar abrir recipientes. Os cuidados com a alimentação também entram na lista, como evitar alimentos ácidos e que mancham. Neste caso, a orientação vale não para os laminados em si, mas para preservar os dentes naturais.

Ao contrário das lentes de contato oculares, que podem ser retiradas a qualquer momento, as lentes de contato dentais compõem um tratamento definitivo.

Isso porque o procedimento pode gerar desgastes aos dentes naturais, por menores que sejam, o que impossibilitaria remover as lâminas, se o paciente apresentar alguma queixa sobre o resultado ou dificuldades de adaptação.

Em contrapartida, existe a opção de trocá-las, inclusive se alguma lente quebrar ou lascar, por exemplo. Neste caso, será necessário confeccionar uma nova lente e realizar novamente o procedimento de cimentação.

Mas vale ressaltar que, apesar da durabilidade depender dos hábitos de cada pessoa, as lentes de contato têm uma vida útil estimada em 10 a 15 anos, em média.

Qual é o valor da lente de contato dental?

O custo do procedimento é uma das questões que mais gera curiosidade nas pessoas interessadas pelas lentes de contato dentais. Muitas procuram saber o preço do serviço, inclusive, para avaliar se têm ou não condições de executá-lo.

Segundo estimativas, o valor investido em cada laminado pode variar de R$ 1.500 a R$ 3.500. Entretanto, o investimento exigido para cada paciente irá depender diretamente de vários fatores. Entre eles, estão:

-A região em que o paciente reside ou busca tratamento;

-A escolha dos profissionais, o que envolve tanto o dentista, quanto o laboratório protético que confeccionará os laminados;

-A necessidade de algum tratamento preliminar, a exemplo do clareamento;

-A quantidade de lâminas que será confeccionada, o que varia conforme cada caso e, portanto, exige uma avaliação individualizada pelo profissional;

-A qualidade dos materiais que serão utilizados no procedimento;

-As técnicas empregadas e os serviços executados, como os mockups, que apesar de otimizarem o processo de planejamento, podem acabar gerando custos extras.

Tudo sobre lentes de contato dentais

Neste post, você viu que as lentes de contato dentais integram a lista de tratamentos estéticos da odontologia e representam uma forma indolor, rápida e eficaz de transformar o sorriso.

Ainda foi possível conhecer os processos que antecedem a aplicação dos laminados, bem como entender que o procedimento não é indicado para qualquer pessoa.

Outra questão importante levantada pelo texto é que apesar de apresentar muitas vantagens, a técnica pode gerar sim complicações, se não for realizada adequadamente.

E por mais que os dentes estejam cobertos pelas lâminas, os cuidados com a higiene bucal não podem ser deixados de lado. Alguns dos fatores que impactam no valor final do tratamento com as lentes de contato dentais também foram apresentados.

Você também vai gostar de ler