Fio dental para dentes: descubra a forma correta de utilizá-lo

fio dental para dentes

23/02/2021 | Por: Odonto Busca Conteúdo

Engana-se quem pensa que o fio dental para dentes só é útil na hora de tirar aquele fiapo de manga ou aquela casquinha da pipoca que insistem em permanecer entre nossos dentes e gerar tanto incômodo.

Quando usado diariamente e da forma correta, mais do que remover restos de alimentos entre os dentes, o fio pode, inclusive, ajudar a prevenir a proliferação de bactérias e o surgimento de muitas das doenças bucais.

Se você tem dúvidas sobre como quando e como usar o fio dental para dentes, não deixe de ler esse artigo. Este conteúdo irá abordar a importância deste acessório, a técnica correta e, ainda, os principais tipos de fio e suas diferenças.

Veja tudo que será abordado sobre o assunto:

O papel do fio dental para dentes

Como é sua atuação no processo de higienização bucal

Bebês e crianças também precisam usar fio dental para dentes

Fio dental antes ou após a escovação?

Os principais tipos de fio dental

  • Multifilamento
  • Monofilamento
  • Passa Fio
  • Fio dental com haste
  • Super Floss

Descubra qual é maneira certa de usar o fio

O papel do fio dental para dentes

fio dental para dentes

Junto à escovação, fio dental para dentes garante uma higiene bucal completa e eficaz

Não há dúvidas de que a escovação é uma das principais formas de se manter a saúde bucal em dia.

A questão é que, muitas vezes, ela não é suficiente para remover os resíduos de alimentos que permanecem em nossa boca, após as refeições.

É aí que entra o fio dental. Uma ferramenta simples e acessível, mas extremamente necessária e importante para se garantir uma higiene bucal completa e eficaz.

Mais do que retirar os restos de comida presos entre nossos dentes, o fio ajuda a eliminar a sensação de dentes rugosos, por meio da remoção da placa bacteriana.

Consequentemente, a utilização desta importante ferramenta contribui com a prevenção de manchas, cáries, doenças gengivais e até o mau hálito, que costuma ser muito constrangedor.

Veja de que forma no próximo tópico.

Como é sua atuação no processo de higienização bucal

O fio dental para dentes se destaca pelo fato de conseguir acessar as regiões entre os dentes onde as cerdas da escova não alcançam.

São espaços que acabam acumulando alimentos e, se não higienizados da forma correta, podem resultar na formação da placa bacteriana.

Essa placa é o resultado da atuação dos microrganismos que vivem na nossa boca. Eles aproveitam os restos de comida para se proliferarem e aumentarem a produção de ácidos e toxinas.

E são essas substâncias que comprometem a saúde das nossas gengivas e ocasionam a desmineralização dos nossos dentes.

O que pode se transformar em inchaços, vermelhidões, dores, sangramentos e, inclusive, cáries e outras doenças periodontais.

Bebês e crianças também precisam usar fio dental para dentes

É isso mesmo que você acabou de ler. O fio dental para dentes não é de uso exclusivo dos adultos.

Bebês e crianças também são suscetíveis ao acúmulo de tártaro e, consequentemente, ao desenvolvimento de cáries e outras doenças bucais.

Portanto, a recomendação da utilização do fio dental também se estende ao público infantil.

E se você está se perguntando quando esta técnica deve ser introduzida, talvez pode se surpreender com a resposta.

O fio já deve ser adotado a partir do momento em que dois dentes vizinhos estiverem em contato.

Ou seja, assim que o bebê tiver dois dentes unidos. A partir disso, o fio já deve ser incluído na rotina diária de cuidados dentais. Inclusive para incentivar as boas práticas de higiene bucal.

Uma alternativa para facilitar este processo em crianças muito pequenas ou resistentes, é adotar o fio dental com haste, que apresentaremos a seguir.

Na primeira consulta do bebê com o odontopediatra, o profissional dentista também poderá passar as devidas orientações sobre o uso do fio.

Fio dental antes ou após a escovação?

fio dental para dentes

Mais importante do que a ordem em que o fio será passado, é utilizá-lo, de fato

Quando se trata de fio dental para dentes, uma das principais dúvidas é sobre a melhor hora de utilizá-lo: antes ou após a escovação?

Muitos especialistas defendem que a ordem em que o fio é utilizado não é uma questão determinante.

Geralmente, isso costuma variar de pessoa para pessoa, com base em sua preferência ou costume.

O que geralmente acontece é que, quando o paciente decide deixar para usar o fio dental depois, muitas vezes esta etapa pode ser pulada.

Isso porque a sensação de limpeza causada pela escovação pode fazê-lo acreditar que o fio é desnecessário. Ou até mesmo pela pressa, já que trata-se de um processo mais minucioso.

A vantagem de usar o fio dental antes de escovar os dentes é que a placa é removida no início da higienização e a escova finaliza a limpeza. Predominando, assim, a sensação de frescor.

O mais importante, acima de tudo, é não deixar de utilizar o fio dental para dentes. Seja antes ou depois de escová-los.

Quantas vezes, por dia, é necessário passar o fio dental?

Outra dúvida recorrente é sobre a quantidade de vezes, no dia, que o fio dental para dentes deve ser utilizado.

Algumas pessoas adotam essa ferramenta somente quando há algum resíduo de alimento preso no dente. Enquanto outras utilizam o fio em todas as escovações.

Muitos acreditam, inclusive, que o segundo caso é o correto. Mas, a verdade, é que a maioria da população não consegue seguir esta frequência, por diversos motivos.

A falta de tempo costuma ser um deles, já que passar o fio dental pode ser considerado um processo mais minucioso do que a escovação.

A boa notícia é que utilizar o fio dental para dentes uma vez ao dia já pode ser suficiente para manter o equilíbrio oral. Neste caso, o ideal é fazê-lo junto à escovação noturna.

Isso porque é um horário em que as pessoas costumam ter mais tempo para se dedicar a este processo.

Além disso, quando dormimos, a temperatura da nossa boca aumenta e a produção de saliva diminui, o ambiente propício à proliferação de bactérias.

Portanto, o ideal é caprichar na higienização oral para prevenir esse cenário.

Por fim, o importante é manter a regularidade diária do uso do fio dental para dentes, independentemente de quantas vezes no dia você irá utilizá-lo.

Os principais tipos de fio dental

Basta uma passada rápida na seção de higiene pessoal do supermercado e, sobretudo, da farmácia, que nos deparamos facilmente com diversas opções de fio dental para dentes.

São modelos de diferentes estilos e formatos, para os mais variados públicos. Aqui, vamos apresentar os cinco fios dentais para dentes mais conhecidos. Confira:

-Multifilamento

Este é o tipo de fio dental para dentes mais conhecido e utilizado. Composto por várias fibras de nylon, ele é comercializado na versão encerado ou não, e até mesmo com sabores. Costuma ser mais indicado para quem tem dentes muito próximos, sobrepostos ou encavalados. Mas deve ser usado com sutileza, pois é bastante comum que aconteça de o fio desfiar ou rasgar quando passado entre os dentes.

-Monofilamento

O fio de filamento único também é conhecido como fita dental. Apesar de ser um pouco mais caro do que o de multifilamento, ele apresenta material mais resistente e fita mais larga. Tende a se deslizar mais facilmente e, por isso, a limpeza costuma ser mais ágil. Diferente do fio multifilamento, não costuma se romper. É uma boa opção para quem tem dificuldades em manusear o fio dental fino e não costuma ser recomendado para pacientes com diastema, aquele espaço extra que se forma entre um ou mais dentes.

-Passa Fio

O passa fio, na verdade, não é um fio dental para dentes, mas um condutor de grande utilidade para quem usa aparelho ortodôntico fixo ou até mesmo para quem realiza tratamento com prótese dentária. Situações em que a higienização oral costuma ficar comprometida por conta do difícil acesso à determinadas áreas. Graças às suas hastes flexíveis, o condutor permite que o fio dental seja passado até mesmo nos dentes metálicos. Basta pegar um pedaço de fio, dobrar sua ponta e passá-lo pelo orifício do passa fio. O condutor deve ser inserido entre o dente o arame ortodôntico para auxiliar na higienização oral.

Aparelho fixo metálico: O que saber antes de usar

-Fio dental com haste

O fio dental para dentes com haste é uma ótima alternativa para bebês e crianças ou até mesmo para pessoas com coordenação motora prejudicada. Isso porque ele desliza melhor entre os dentes e tem um formato mais fácil de ser manuseado. Trata-se de um cabo plástico, onde a pessoa segura, com ponta curvada que dá suporte à um pequeno pedaço do fio, parte que é levada até à boca.

-Super Floss

O fio dental para dentes super floss também atende pacientes que utilizam aparelho ortodôntico fixo, bem como pessoas que têm coroas, pontes ou implantes. Ele é composto por três partes: uma extremidade rígida, que é inserida sob o aparelho; uma rede de fibras esponjosas, para limpar superfícies interproximais; e fio dental regular, para higienizar entre os dentes e linha das gengivas.

Lembrando que, independentemente do modelo a ser utilizado, o importante é não deixar de usar o fio dental para dentes.

A verdade é que não existe uma opção melhor. Isso vai depender da preferência e habilidade de cada paciente.

Descubra qual é maneira certa de usar o fio

fio dental para dentes

Importante passar o fio dental em todas as superfícies dos dentes e na linha da gengiva, de forma suave

Ao usar o fio dental para dentes, o mais importante é observar se esta ferramenta está em contato com todas as superfícies dentárias.

Além disso, o fio precisa alcançar a gengiva, pois é no espaço entre ela e o dente que as bactérias se acomodam.

A efetividade da limpeza irá depender diretamente desta questão. E não do tipo de fio utilizado, como muitos acreditam.

Vale ressaltar, ainda, que o processo deve ser realizado cuidadosamente e de forma suave, para evitar danos ao tecido gengival.

Confira um breve passo a passo para não errar mais:

  • Os especialistas recomendam utilizar cerca de 40 a 45cm de fio dental em cada higienização;
  • Geralmente, a maior parte é enrolada nos dedos indicadores de cada mão, sobrando apenas 10cm, aproximadamente;
  • Normalmente, o processo conta com a ajuda do polegar para apoiar o fio e delimitar a parte que será utilizada em cada dente;
  • O fio deve ser deslizado para cima e para baixo entre os dentes, com movimentos de vai e vem, de forma suave;
  • Importante também levar o fio dental até a base dos dentes e higienizar a região próxima à gengiva;
  • O fio dental para dentes deve ser retirado cuidadosamente e movimentado de forma que, a cada elemento dentário, uma parte nova e limpa seja utilizada.

Você também vai gostar de ler