Entenda como funciona o preenchimento labial e quais são suas vantagens

preenchimento labial

31/03/2021 | Por: Odonto Busca Conteúdo

Lábios carnudos, simétricos e com aparência lisa e jovial é o sonho de muita gente. Não é à toa que o preenchimento labial está entre os procedimentos estéticos mais procurados.

O recurso, que tem se tornado cada vez mais popular, não visa apenas aumentar o volume dos lábios, como muitos imaginam.

Mas, acima de tudo, melhorar a definição da boca e garantir a harmonização orofacial, por meio de outras mudanças sutis.

Neste artigo, você vai conhecer as outras possibilidades oferecidas pelo preenchimento labial. Além de entender como o procedimento é realizado, para quem é indicado e contraindicado, os riscos e cuidados.

Veja tudo que será abordado sobre o assunto:

Preenchimento labial: o que é e para que serve?

Para quem o preenchimento labial é indicado

Quais são as contraindicações?

Qual substância é utilizada no preenchimento labial

As vantagens do ácido hialurônico

Cuidado com os preenchimentos que utilizam essas substâncias

Qual profissional realiza o procedimento

Quanto custa para preencher os lábios

Como é feito o preenchimento labial

Quais cuidados tomar após a realização do procedimento

O que fazer em casos de complicações

Em quanto tempo é possível ver o resultado do preenchimento labial?

Preenchimento labial: o que é e para que serve?

preenchimento labial

Aumentar o volume, corrigir imperfeições e destacar o contorno dos lábios são algumas das finalidades do preenchimento labial

O preenchimento labial é uma técnica minimamente invasiva que consiste na aplicação de substâncias para preencher o interior dos lábios.

Apesar de ser comumente relacionado ao aumento do volume labial, o procedimento possui outras finalidades.

Como corrigir imperfeições, projetar os lábios para fora, destacar seu contorno e garantir um visual mais rejuvenescido e atraente.

Isso tudo de forma segura, eficaz e natural.

Veja ainda: O preenchimento facial e suas diversas indicações

Para quem o preenchimento labial é indicado

O preenchimento labial é um procedimento muito procurado por pessoas que têm lábios finos, especialmente. Mas essa não é sua única indicação.

Esta técnica também oferece ótimos resultados para quem possui algum tipo de assimetria labial ou que almeja uma melhor harmonização entre lábios e rosto.

E ainda para quem se encontra com lábios flácidos e enrugados, seja por conta da exposição excessiva ao sol, do tabagismo ou até mesmo do processo natural de envelhecimento.

Quem perdeu o volume e a projeção labial por conta de algum procedimento dentário também pode recorrer ao preenchimento labial.

Importante destacar que a maioria dos profissionais restringe a realização do procedimento aos pacientes maiores de idade.

Alguns até aceitam fazê-lo em menores de idade, contudo, mediante autorização dos pais e/ou responsáveis.

Quais são as contraindicações?

Apesar de ser um procedimento simples e minimamente invasivo, o preenchimento labial não é indicado para todo mundo.

As contraindicações começam por pacientes que apresentem qualquer tipo de ferida nos lábios, como a herpes labial.

Pacientes oncológicos e portadores de doenças autoimunes também não podem realizar o procedimento.

O mesmo vale para gestantes e pessoas que possuem alergia aos componentes utilizados no tratamento.

Qual substância é utilizada no preenchimento labial

Sem dúvidas, a substância mais utilizada no procedimento de preenchimento labial é o ácido hialurônico.

Isso pelo fato deste componente ser biocompatível, não provocar nenhum efeito colateral no organismo e apresentar menos riscos.

Por outro lado, alguns profissionais também utilizam a gordura autógena. Entretanto, apesar desta substância ser retirada do próprio corpo, pode apresentar alguns contratempos.

Como por exemplo, as células aplicadas nos lábios aumentarem de tamanho, caso o paciente tenha um significativo aumento de peso.

Lembrando que, tanto o ácido hialurônico, quanto a gordura autógena, possuem efeitos temporários.

Veja também: Conheça as diferenças entre o botox e o preenchimento facial

As vantagens do ácido hialurônico

preenchimento labial com ácido hialurônico

O ácido hialurônico é uma substância biocompatível e segura utilizada como preenchedor facial

O ácido hialurônico é a substância mais utilizada no preenchimento labial não é à toa. A começar pelo fato de ser produzida por nosso próprio organismo.

Como ela naturalmente faz parte do nosso corpo, acaba sendo muito mais segura, já que não apresenta efeitos colaterais e riscos de ser rejeição.

Além disso, propicia resultados muito mais naturais e agradáveis visualmente, garantindo uma melhor proporção e harmonização entre lábios e rosto.

Também é uma substância que é aplicada de forma simples e rápida e que possibilita ajustes, caso necessário, inclusive pelo seu efeito temporário.

Cuidado com os preenchimentos que utilizam essas substâncias

Em contrapartida, existem técnicas que prometem resultado semipermanente e permanente, que utilizam substâncias sintéticas, como o silicone, o hidrogel e o polimetilmetacrilato (PMMA).

Mas é importante destacar que nenhum desses componentes é indicado como preenchedor.

Isso porque eles não são naturalmente absorvidos pelo corpo e, com isso, podem causar infecções crônicas e reações inflamatórias de difícil tratamento.

Ou até mesmo serem rejeitadas pelo organismo e causarem feridas, deformações, nódulos e necrose.

Qual profissional realiza o procedimento

Ao contrário do que muitos pensam, os cirurgiões plásticos e dermatologistas não são os únicos profissionais habilitados para realizar o preenchimento labial.

O procedimento também pode ser feito com profissionais dentistas, especialmente os que são especialistas em harmonização orofacial.

Isso graças à resolução 176/2016, do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que autoriza a utilização de preenchedores faciais, assim como da toxina botulínica, pelo cirurgião-dentista.

Tanto para fins terapêuticos funcionais, quanto estéticos, desde que não extrapole sua área anatômica de atuação.

Além disso, o uso dos preenchedores faciais também integra as áreas de competência do cirurgião-dentista especialista em harmonização orofacial.

É o que consta na resolução 198/2019, também do CFO, que reconhece a harmonização orofacial como especialidade odontológica.

Acima de tudo, o importante é procurar um profissional qualificado e experiente que conheça a anatomia da face e domine e técnica

Quanto custa para preencher os lábios

O valor do preenchimento labial é uma das questões que mais atiçam a curiosidade de quem deseja passar por essa transformação.

Mas a verdade é que o preço do procedimento depende de uma série de questões.

Como, por exemplo, o profissional que irá realizar a intervenção, o local onde ele atua e as técnicas que ele utilizará, inclusive previamente à sua realização.

As necessidades de cada paciente, assim como a marca do componente utilizado também impactam diretamente no valor.

Como é feito o preenchimento labial

preenchimento labial

O preenchimento labial é um procedimento simples e rápido, realizado no próprio consultório

O preenchimento labial é um procedimento rápido e indolor, que é realizado no próprio consultório, sem necessidade de internação.

Inicialmente, o profissional realiza uma avaliação detalhada do rosto do paciente, com o objetivo de analisar as proporções faciais e definir todos os detalhes do procedimento.

Em clínicas mais modernas, é possível, inclusive, visualizar o resultado do preenchimento antes mesmo de sua execução.

Isso por meio de uma simulação feita a partir de um protocolo fotográfico dos lábios.

O procedimento começa, de fato, com uma anestesia local e, posteriormente, com as marcações para aplicação do preenchedor.

O produto é injetado cuidadosamente e em quantidade mínima, com a ajuda de uma microcânula ou agulha.

Geralmente, é utilizada apenas 1ml do ácido hialurônico para evitar riscos e efeitos exagerados.

Por fim, o profissional massageia cuidadosamente o local e o paciente é liberado em seguida.

De forma geral, o preenchimento labial é realizado em uma única consulta, que dura entre 30 minutos a uma hora.

Quais cuidados tomar após a realização do procedimento

Em primeiro lugar, vale destacar que o paciente submetido ao preenchimento labial não precisa se afastar das suas atividades diárias.

Ele até pode sair do consultório e seguir com sua rotina, normalmente. Entretanto, os lábios costumam apresentar um pouco de inchaço nas primeiras 48 horas.

É por isso que alguns profissionais podem recomendar a retomada das atividades no dia seguinte.

O importante, sobretudo, é não massagear, pressionar ou tocar nos lábios. Isso vale, inclusive, para a realização de procedimentos estéticos, como limpeza de pele e peeling, que devem ser evitados no primeiro mês.

A exposição ao sol também deve ser evitada, assim como o uso de maquiagem, pomadas e cremes na região, esforços físicos e bebidas alcoólicas.

É recomendável, ainda, a utilização de hidratante e protetor labial para evitar ressecamento e envelhecimento precoce.

Assim como visitas regulares ao profissional responsável pela realização do procedimento, para reavaliações e acompanhamento.

O que fazer em casos de complicações

Se o paciente tiver qualquer tipo de complicação, em procedimentos de preenchimento labial que utilizam o ácido hialurônico, a situação é mais fácil de ser resolvida.

Neste caso, uma enzima, que leva o nome de hialuronidase, é aplicada em consultório para degradar o ácido hialurônico.

Entretanto, em procedimentos que utilizam preenchedores permanentes, a situação se torna muito mais crítica.

Isso porque se faz necessária uma retirada cirúrgica. E, mesmo assim, a remoção não acontece de forma total, o que aumenta os riscos, conforme já mencionado.

Em quanto tempo é possível ver o resultado do preenchimento labial?

O preenchimento labial pode causar inchaço e hematomas locais, sobretudo nas primeiras 48 horas após sua realização.

Já o resultado começa a ser percebido em questão de dias, mas o efeito final é esperado em aproximadamente três semanas após o procedimento.

Na maior parte dos casos, um retorno ao consultório é aconselhável depois desse período para acompanhar e avaliar o processo.

E, inclusive, realizar retoques, se necessário for ou se assim o paciente desejar. Seja para corrigir pequenas simetrias ou para mexer no volume labial.

Lembrando que, se o paciente não estiver satisfeito com o resultado e almejar lábios ainda mais volumosos, é preciso esperar o inchaço passar.

Importante destacar que, quanto mais o tempo passa, mais bonitos os lábios ficam e mais natural se torna o resultado.

Já a duração do preenchimento labial depende muito da qualidade do produto utilizado. Mas, de forma geral, costuma ser de 12 a 18 meses.

Isso significa que, com o tempo, o lábio volta a ser o que era antes. Portanto, quem deseja manter o resultado, deve reaplicar o material antes mesmo do efeito do preenchimento labial passar.

Você também vai gostar de ler