A importância da limpeza dental na prevenção de doenças bucais

limpeza dental

19/03/2021 | Por: Odonto Busca Conteúdo

Ninguém está livre da placa bacteriana. Esse fato, por si só, já justifica a importância da limpeza dental.

Isso porque o acúmulo de placa bacteriana nos dentes e gengiva pode causar uma série de problemas, como vermelhidão, inchaço, dor ao toque, sangramento.

A boa notícia é que, nesta fase, a situação ainda é reversível com uma boa higienização.

Contudo, se não for removida adequadamente, pode se transformar em cálculo ou tártaro e ocasionar problemas irreversíveis, como a periodontite, que pode levar à perda dentária.

Neste artigo, você vai entender como a limpeza dental pode contribuir para prevenir esses e outros problemas bucais.

Além de descobrir como o procedimento é realizado, se dói, clareia os dentes e quanto custa, entre outras questões. Confira:

O que é a limpeza dental

Por que realizar uma limpeza profissional?

Os benefícios da limpeza dental

Quem pode fazer

Como é feita a limpeza dental profissional

Quanto tempo dura o procedimento?

A limpeza profissional dos dentes pode causar dor?

Limpeza dental clareia os dentes?

Qual é o valor do procedimento de limpeza dentária?

Plano odontológico cobre limpeza dental?

Uma economia à longo prazo

Como manter a saúde bucal em dia

O que é a limpeza dental

limpeza dental

Limpeza dental é um procedimento realizado pelo dentista para remover placa bacteriana e tártaro

Também conhecida como profilaxia odontológica, a limpeza dental é um procedimento que faz parte do dia a dia do profissional dentista.

Isso porque, além de quase sempre ser realizada nas consultas de rotina, é uma prática que costuma anteceder os mais diversos procedimentos odontológicos.

Trata-se de uma limpeza mais completa da superfície dentária, ou seja, de toda a região exposta do dente.

Visa, sobretudo, eliminar a placa bacteriana. E também o tártaro, que é resultado do acúmulo e mineralização de placa e de difícil higienização.

Por que realizar uma limpeza profissional?

Por mais que muitos de nós realizem a higienização bucal de forma adequada, isso não significa que estamos livres da placa bacteriana, do tártaro e das manchas.

A higienização dos dentes feita de forma profissional é muito mais profunda e completa do que a realizada em casa.

Portanto, é um procedimento de extrema importância para eliminar qualquer resquício de placa bacteriana que o indivíduo não consegue remover no dia a dia.

Os benefícios da limpeza dental

Mais do que contribuir para o aspecto estético, já que garante dentes mais limpos e brancos, a limpeza dental é uma forma de cuidar da saúde bucal e da qualidade de vida.

Isso porque a remoção da placa bacteriana e do tártaro é etapa fundamental para proteger os dentes e prevenir doenças bucais, como gengivite e cárie, por exemplo.

Também é uma alternativa para manter os dentes livres das manchas causadas por café, refrigerantes a base de cola, vinho e outras bebidas escuras.

Além de ajudar a combater o mau hálito, que costuma causar constrangimento em muita gente.

Quem pode fazer

A limpeza dental é um procedimento simples e seguro e, portanto, indicado para pessoas de todas as idades.

A diferença é que, em crianças que não apresentam tártaro nos dentes, a profilaxia é realizada apenas com uma pequena escova, pasta profilática e aplicação de flúor, se necessário.

Ainda assim, o profissional dentista sempre avalia o histórico médico e estado da saúde bucal do paciente.

Isso com o intuito de verificar se ele demanda algum tipo de atenção especial, como é o caso de quem sofre de doença cardíaca ou crônica.

Em pessoas que usam marcapasso, por exemplo, instrumentos manuais são mais indicados do que o ultrassom, para evitar a despolarização do dispositivo.

Já em pacientes com endocardite bacteriana, uma profilaxia antibiótica prévia pode ser necessária para evitar a disseminação das bactérias.

Mas nada disso contraindica a realização do procedimento.

Como é feita a limpeza dental profissional

limpeza dental

Placa bacteriana e tártaro podem ser removidos por meio de uma raspagem

A limpeza dental é um procedimento realizado pelo cirurgião-dentista, no ambiente do consultório.

Inicialmente, o profissional examina os dentes e a gengiva do paciente para checar o acúmulo de placa bacteriana, sua sensibilidade, entre outras questões.

Em seguida, o processo de remoção do tártaro tem início de forma mecânica, com um instrumento que leva o nome de cureta, ou por meio de um ultrassom odontológico.

Depois, os dentes são lavados com água pressurizada e bicarbonato de sódio para remover a placa, de forma mais profunda.

Na sequência, o profissional dentista utiliza escovas rotatórias e pastas profiláticas para polir a superfície dentária e impedir a aderência da placa bacteriana.

Por fim, acontece a aplicação de flúor, que tem um importante papel na prevenção da cárie dentária.

Geralmente, é indicado que o paciente fique ao menos 30 minutos sem ingerir líquidos e alimentos para otimizar o efeito do flúor.

Quanto tempo dura o procedimento?

O procedimento de limpeza dental costuma ser feito em uma única sessão, com duração de 30 a 60 minutos.

Contudo, em casos mais complexos, como os de doença periodontal, podem ser necessárias mais de duas sessões, por se tratar de um tratamento mais complexo.

No que se refere à periodicidade ideal, pode variar de dois meses a um ano, conforme necessidade do paciente e determinação do profissional dentista.

Em pacientes com aparelho ortodôntico, doença periodontal ou outra situação com maior propensão ao acúmulo de tártaro, o intervalo pode ser reduzido para três meses.

Mas, de forma geral, sobretudo para quem possui um bom controle da placa dental, costuma ser indicado a cada seis meses.

A limpeza profissional dos dentes pode causar dor?

Muitas pessoas acabam associando, automaticamente, o ambiente do consultório odontológico com a sensação de dor.

Com isso, outra pergunta recorrente entre os pacientes é se a limpeza dentária realizada por um profissional dentista causa algum tipo de dor.

De forma geral, este é um procedimento praticamente indolor, sobretudo em pacientes com a higienização em dia e gengiva saudável. Na maioria dos casos, o indivíduo sente apenas um leve incômodo.

Todavia, pessoas com inflamação, sensibilidade dentária ou doença periodontal, por exemplo, podem sim sentir um pouco de dor.

Em alguns casos, por exemplo, sangramentos podem surgir durante o procedimento, o que pode indicar inflamação gengival, entre outras causas.

Mas isso não contraindica o procedimento. Em alguns casos, anestesias locais podem ser aplicadas para minimizar o desconforto.

Limpeza dental clareia os dentes?

A limpeza dental também costuma ser associada ao clareamento dos elementos dentários por muitos pacientes.

Apesar de o embranquecimento não ser o objetivo deste procedimento, ele acaba sim contribuindo para isso, de forma indireta.

Isso porque, o tártaro acaba dando um aspecto amarelado ao sorriso. Portanto, ao eliminá-lo, os dentes ficam com uma aparência mais limpa e mais branca.

Além disso, também podem ser aplicados produtos complementares que visam o clareamento, como os peróxidos, mas em pequena quantidade.

Portanto, para quem busca dentes mais brancos e livres de manchas, o recomendável é investir no tratamento de clareamento dental, que é muito mais eficiente.

Qual é o valor do procedimento de limpeza dentária?

Procedimento tem custo acessível e é coberto por planos odontológicos

Uma dúvida muito comum em relação à limpeza dental é sobre o preço do procedimento.

Vários fatores podem influenciar no custo, a exemplo do profissional que irá realizá-lo, a localização da clínica, a complexidade do caso, as ferramentas utilizadas, entre outros.

Mas, de forma geral, a limpeza dentária demanda um investimento mínimo de R$ 200, sendo que, em alguns casos, pode até chegar a R$ 1000.

Geralmente esse valor é cobrado não só pelo procedimento, mas pela consulta odontológica de rotina, como um todo.

O que também inclui atividade educativa, exame clínico e a aplicação de flúor, se necessário.

Plano odontológico cobre limpeza dental?

A boa notícia é que a profilaxia é um dos procedimentos de prevenção em saúde bucal que os planos odontológicos são obrigados a cobrir.

Esta é uma determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), estabelecida no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que apresenta as consultas, exames e tratamentos de cobertura mínima obrigatória dos planos de saúde.

Também está inclusa a atividade educativa, que contempla orientações sobre os métodos e produtos de higienização e sobre doenças bucais.

Assim como o uso de substâncias evidenciadoras da presença de placa bacteriana, aplicação de flúor e de selante, se necessários.

Uma economia à longo prazo

Considerando que, na maioria dos casos, a profilaxia é realizada a cada seis meses, muitas pessoas podem considerar alto o custo da limpeza dental.

Contudo, é preciso ter em mente que esta é uma forma de economia à longo prazo e que vale o investimento.

Isso porque, conforme já pontuado, o acúmulo de placa bacteriana está entre as principais causas de muitas doenças bucais, como a perigosa gengivite.

Ou seja, mais do que remover a placa e o tártaro, a limpeza profissional ajuda a prevenir doenças nos dentes e gengivas.

Sobretudo se for realizada regularmente, já que o acúmulo de tártaro não é tão grande em um intervalo de seis meses e o diagnóstico precoce de qualquer doença bucal pode ser facilitado.

Com isso, a necessidade de tratamentos dentários futuros, mais complexos e mais caros, muitas vezes acaba sendo dispensada. O que significa economia para o bolso e mais qualidade de vida.

Como manter a saúde bucal em dia

Escova e fio dental são de extrema importância para uma adequada higienização bucal

Além da limpeza dental regular, o recomendável é investir na prevenção, adotando uma rotina de higienização adequada.

Confira alguns passos para garantir que isso aconteça:

Você também vai gostar de ler